BOAS VINDAS

A idéia deste blog é a criação de um espaço para o questionamento de duas grandes forças das ideologias atuais: o Capitalismo e o Socialismo. Que, senão são coincidentes,não são também totalmente opostas. Terceira Via é nada menos do que uma Resultante dessas duas forças. Abrindo assim, um campo para o existência de uma opção, que não é uma coisa nem outra e ao mesmo tempo são as duas coisas. Eu acredito muito nessa vertente, como alternativa para convergir anseios de ambas as correntes. Num olhar metodológico, poderiamos enxergar essa possibilidade como uma demonstração empírica da dialética. Enquanto o Capitalismo está mais associado ao racional, à eficiência, à lógica; o Socialismo está mais associado ao nosso cognitivo, à sensibilidade, sentimentos, percepções, etc. Acredito ainda, que só a Democracia viabiliza essa vertente. A Ditadura, sem dúvida, enviesará para o socialismo ou para o capitalismo radical. ENTÃO SEJA BEM VINDO, COLOCANDO SUA CONTRIBUIÇÕES, SUAS IDÉIAS, SUAS DÚVIDAS, ETC. (Paulo Franco)

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Frente Pela Soberania Nacional envia carta aos embaixadores e investidores


O senador Roberto Requião, lê carta aberta redigida e enviada pela Frente Parlamentar pela Soberania Nacional, presida por ele, aos embaixadores e os investidores, alertando sobre os riscos da compra do patrimônio público por um governo não legítimo.

A venda de patrimõnio púbico sem a chancela do povo brasileiro será considerada ilegal e portanto criminosa, qualificando desta forma, o comprador oportunista como um receptador.

O preço pode ser muito vantajoso, mas os riscos são muito altos, alerta o senador.



THE GUARDIAN DIVULGA NEGOCIATA DO PRE-SAL BRASILEIRO (atualização 20/11/17)

Segue abaixo o vídeo divulgado hoje pelo senador Roberto Requião, face a notícia bombástica divulgada pelo jornal inglés The Guardian, sobre as negociatas que envolve no mínimo, 3 crimes contra o Brasil.
1. A venda em atendimento ao lobby, dos recursos estratégicos do pre-sal a preços vantajosos às corporações inglesas, como a BP e a Shell.
2. O compromisso de afrouxamento da legislação ambiental prejudicando o meio ambiente do país, como já ocorrem em outros países periféricos, provocados por estas mesmas petrolíferas.
3. A desoneração fiscal para essas empresas que poderá chagar ao valor de 1 trilhão de reais.



Nenhum comentário:

Postar um comentário