BOAS VINDAS

A idéia deste blog é a criação de um espaço para o questionamento de duas grandes forças das ideologias atuais: o Capitalismo e o Socialismo. Que, senão são coincidentes,não são também totalmente opostas. Terceira Via é nada menos do que uma Resultante dessas duas forças. Abrindo assim, um campo para o existência de uma opção, que não é uma coisa nem outra e ao mesmo tempo são as duas coisas. Eu acredito muito nessa vertente, como alternativa para convergir anseios de ambas as correntes. Num olhar metodológico, poderiamos enxergar essa possibilidade como uma demonstração empírica da dialética. Enquanto o Capitalismo está mais associado ao racional, à eficiência, à lógica; o Socialismo está mais associado ao nosso cognitivo, à sensibilidade, sentimentos, percepções, etc. Acredito ainda, que só a Democracia viabiliza essa vertente. A Ditadura, sem dúvida, enviesará para o socialismo ou para o capitalismo radical. ENTÃO SEJA BEM VINDO, COLOCANDO SUA CONTRIBUIÇÕES, SUAS IDÉIAS, SUAS DÚVIDAS, ETC. (Paulo Franco)

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Timothy Power: Sistema eleitoral brasileiro é o mais inclusivo do mundo


O cientista político, um dos mais importantes analistas da política brasileira na Europa e diretor do Centro de Estudos Brasileiros da Universidade de Oxford, no Reino Unido, faz um paralelo entre as realidades pós-ditadura no Brasil e os da Espanha, Portugal, Itália e Alemanha.



O brasilianista Timothy Power, um dos mais importantes analistas da política brasileira na Europa e diretor do Centro de Estudos Brasileiros da Universidade de Oxford, analisa o amadurecimento da democracia brasileira na semana das eleições presidenciais. Power compara a experiência brasileira com as da Europa, o continente onde a democracia é praticada há mais de cinco séculos e faz um paralelo entre as realidades pós-ditadura no Brasil e os da Espanha, Portugal, Itália e Alemanha.

Para ele o sistema eleitoral brasileiro é um dos mais inclusivos em todo o mundo, porém um dos mais complicados quando se fala em representantes distritais como senadores e deputados federais. “São tantas as vagas em disputa no Congresso brasileiro, tantos os candidatos concorrendo a elas que essa situação acaba gerando uma quantidade absurda de informações e propaganda e, talvez por isso, grande parte dos brasileiros não consiga se lembrar em quem votou nas últimas eleições.”

Power ressalta dois pontos cruciais na percepção de que o Brasil é um país em pleno amadurecimento político: a liberdade de imprensa e a inserção diplomática internacional. A imprensa é um ator importantíssimo na luta contra a corrupção e a impunidade, principalmente nos meios políticos, “e o Brasil, considerado um dos países mais confiáveis do mundo, se mostrou um dos mais viáveis intermediadores de conflito. Independente de ter dado certo o não, quem mais poderia costurar um acordo entre Teerã e Washington por ser considerado confiável pelos representes dos dois lados?”, completa Timothy Power.
____________________

FONTE: Globonews Milênio

Nenhum comentário:

Postar um comentário