BOAS VINDAS

A idéia deste blog é a criação de um espaço para o questionamento de duas grandes forças das ideologias atuais: o Capitalismo e o Socialismo. Que, senão são coincidentes,não são também totalmente opostas. Terceira Via é nada menos do que uma Resultante dessas duas forças. Abrindo assim, um campo para o existência de uma opção, que não é uma coisa nem outra e ao mesmo tempo são as duas coisas. Eu acredito muito nessa vertente, como alternativa para convergir anseios de ambas as correntes. Num olhar metodológico, poderiamos enxergar essa possibilidade como uma demonstração empírica da dialética. Enquanto o Capitalismo está mais associado ao racional, à eficiência, à lógica; o Socialismo está mais associado ao nosso cognitivo, à sensibilidade, sentimentos, percepções, etc. Acredito ainda, que só a Democracia viabiliza essa vertente. A Ditadura, sem dúvida, enviesará para o socialismo ou para o capitalismo radical. ENTÃO SEJA BEM VINDO, COLOCANDO SUA CONTRIBUIÇÕES, SUAS IDÉIAS, SUAS DÚVIDAS, ETC. (Paulo Franco)

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Clima Político EUA X CUBA Sinaliza Esperanças

Por  DAVID ADAMS




Carta aberta a Obama pede novas medidas para promover mudanças em Cuba
























MIAMI (Reuters) - A Casa Branca deveria expandir as permissões de viagens para todos os norte-americanos a Cuba e aumentar o apoio à sociedade civil na ilha de governo comunista, de acordo com uma carta aberta ao presidente Barack Obama, assinada por um grupo sem precedentes de 44 ex-altos funcionários do governo dos Estados Unidos e defensores da reforma política, divulgada nesta segunda-feira.

A carta, que lista uma série de recomendações sobre políticas, foi assinada por John Negroponte, ex-diretor de Inteligência Nacional sob o presidente George W. Bush, o almirante aposentado James Stavridis, que deixou o cargo no ano passado como Comandante Supremo Aliado da Otan, bem como várias autoridades que trabalharam no Departamento de Estado e uma dezena de proeminentes norte-americanos-cubanos defensores de maior envolvimento com Cuba.
____________________
Leia também:
Actualización del modelo socialista cubano avanza ...
ONU Apoia o Programa MAIS MÉDICOS
ONU/CEPAL: Pacto Social pela Igualdade, Crescimento e Direitos Individuais
____________________

A carta, que também pediu à Casa Branca que promova "conversas sérias" com o governo de Cuba sobre as questões humanitárias e de segurança, é o mais recente sinal de aumento da pressão sobre o governo Obama para suavizar a política da Guerra Fria dos Estados Unidos em relação à Cuba. Ela está sendo enviada após uma pesquisa de fevereiro ter apontado que a grande maioria dos norte-americanos são favoráveis a um maior ​​afrouxamento das políticas punitivas de sanções a Cuba, em vigor há mais de cinco décadas.

Embora a carta não chegue a pedir leis que acabem com o embargo econômico de 52 anos, ela lista as medidas que os signatários dizem estar dentro dos limites da autoridade executiva do presidente e não necessitam de aprovação do Congresso.

As recomendações têm como objetivo aproveitar o que a carta chama de uma "janela de oportunidade" criada por reformas em curso em Cuba, as quais buscam reduzir o controle do Estado em algumas áreas econômicas e permitir a criação de pequenas empresas de gestão privada.

Reduzir restrições dos Estados Unidos sobre turismo e atividades financeiras em Cuba ajudaria a "aprofundar as mudanças já em curso, dando maior liberdade para as organizações privadas e indivíduos que direta e indiretamente servem como catalisadores de mudanças significativas em Cuba", diz a carta.

Entre as recomendações está a ampliação das licenças de viagem para incluir o intercâmbio de organizações profissionais, nas áreas legal, imobiliária, de serviços financeiros, hospitalidade, e "qualquer área definida como de apoio à atividade econômica independente".

Grupos que organizam viagens a Cuba deveriam ser autorizados a abrir contas bancárias cubanas para apoiar os seus programas educacionais, e as pessoas que visitam a ilha deveriam ter permissão para o uso de cartões pré-pagos emitidos nos Estados Unidos e outros serviços financeiros, incluindo seguro de viagem, diz a carta.

O documento também recomenda que qualquer pessoa tenha permissão para oferecer serviços e enviar dinheiro e bens a Cuba para apoiar a atividade empresarial independente lá.
____________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário