BOAS VINDAS

A idéia deste blog é a criação de um espaço para o questionamento de duas grandes forças das ideologias atuais: o Capitalismo e o Socialismo. Que, senão são coincidentes,não são também totalmente opostas. Terceira Via é nada menos do que uma Resultante dessas duas forças. Abrindo assim, um campo para o existência de uma opção, que não é uma coisa nem outra e ao mesmo tempo são as duas coisas. Eu acredito muito nessa vertente, como alternativa para convergir anseios de ambas as correntes. Num olhar metodológico, poderiamos enxergar essa possibilidade como uma demonstração empírica da dialética. Enquanto o Capitalismo está mais associado ao racional, à eficiência, à lógica; o Socialismo está mais associado ao nosso cognitivo, à sensibilidade, sentimentos, percepções, etc. Acredito ainda, que só a Democracia viabiliza essa vertente. A Ditadura, sem dúvida, enviesará para o socialismo ou para o capitalismo radical. ENTÃO SEJA BEM VINDO, COLOCANDO SUA CONTRIBUIÇÕES, SUAS IDÉIAS, SUAS DÚVIDAS, ETC. (Paulo Franco)

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Alemanha 7 x Brasil 1 : "A Cereja do Bolo"

Por PAULO FRANCO






É indiscutível, que essa esta sendo a "COPA DAS COPAS",  a melhor copa de todos os tempos, até hoje. 

A derrota do Brasil pela Alemanha por uma placar tão inusitado é mais um fato dentre tantos que caracterizam o quanto  fantástica está sendo essa copa.  É obvio que não estou dizendo isso como um torcedor brasileiro, pois aí o sentimento é de profunda tristeza.  Mas sim como um observador do evento, um cidadão brasileiro que ofereceu seu pais para a realização "copa do mundo".   Sem dúvida o evento esportivo mais importante do planeta.


UMA ARTILHARIA TRABALHANDO PARA O FRACASSO


A grandiosidade desta copa começou com a velha tradição brasileira da morosidade na construção dos estádios e as severas críticas da FIFA.  Uma imagem bastante negativa, para quem não conhece a cultura do povo brasileiro, mas não para a mídia e a oposição política que usou e abusou dessa situação.

O atuação ferrenha dos setores conservadores para evitar o sucesso do evento, foram anos de críticas desproporcionais.  A determinação para que a copa do mundo no Brasil fosse um fracasso foi para a rua com o patrocínio de partidos políticos e diversos grupos travestidos de anarquistas, passando para os brasileiros e para o mundo todo, uma imagem de tumulto, vandalismo e descontrole social. "Uma revolução social era eminente".

____________________
Postagens relacionadas
____________________

São muitas as aberrações manifestadas pela mídia nacional.  Com muita dificuldade selecionei dois vídeos que representam o quão esdrúxula, ignorante e hipócrita é a nossa midia:


A jornalista Marilia Ruiz comenta que a Copa seria uma Vergonha, um Vexame.

 





O Jornalista Kajuru, além desinformar irresponsavelmente, garante que Brasil já é o Campeão, por negociatas do futebol e da política.




A midia internacional acabou comprando os discursos da midia interna e publicou reportagens, semelhantes


às locais, desenhando um caos nos aeroportos, nos transportes, nos estádios, na segurança, etc.  "Não vá ao Brasil, se vc pode precisar de atendimento de saúde".


DO FRACASSO AO SUCESSO NUM PISCAR DE OLHOS, OLHOS ESTRANGEIROS


Quando os profissionais de mídia começaram a chegar no Brasil já começarm a "pipocar" na rede social as surpresas positivas, sobre o país.

No início da copa, a imagem dos estrangeiros em geral, sejam turistas, jornalistas, jogadores, integrantes de seleções e instituições em geral já era de euforia.  "A melhor copa de todos os tempos", era o sentimento geral. Os estádios, grandiosos, belíssimos e funcionais também foram supresas extremamente positivas, já que as espectativas eram todas péssimas.

O tão temido "caos" nos aeroportos não houve.  Aliás foi exatamente o inverso, houve elogios em todos os aspectos sobre os aeroportos, seja quanto  a estrutura, a funcionalidade e a operacionalidade, como também aos espaços, à beleza..  Também foi muito elogiada a  excelência do trato brasileiros com todos os estrangeiros, fossem profissionais ou turista.  A cordialidade, o afeto, o carinho, o calor humano característico de nosso povo saltaram aos olhos de todos os estrangeiros que "aterrisaram" nos aeroportos do Brasil.  Houve rasgados elogios de toda parte e de toda a natureza.

Confraternização entre os povos no jogo entre Belgica e Coréia do Sul,
no dia 26-02-2014, na Arena Corinthians em SP.
Não houve ainda, nenhuma catástrofe prevista pela mídia nacional quanto ao acesso a qualquer estádio da copa.  Todos, sem exceção, tiveram um acesso classificado como excelente por todos os usuários.  Em todos os demais quesitos, inclusive segurança, o desempenho brasileiro foi classificado pelos estrangeiros e até pelos torcedores brasileiros como excelente. Não houve a propagada violência, o perigo dos tumultos em função de grandes protestos previstos pela midia nacional e, inocentemente,  comprada pela midia internacional.


LIÇÕES DE CIDADANIA E SUSTENTABILIDADE CONTRIBUIRAM PARA QUE ESSA SEJA A COPA DAS COPAS


A denominada Copa das Copas teve preocupações inéditas com a sustentabilidade embiental e social, envolvendo inúmeras frentes como estádios sustentáveis (ecológicos), gestão ecológicas de resíduos, envolvimento comunitário, a questão do aquecimento via medidas para redução e compensação das emissões de C02, campanha contra o racismo, entre outras iniciativas envolvendo todos os participantes diretos e indiretos, principalmente a FIFA e o governo brasileiro.

A ONU elogiou formalmente o Brasil que "está mostrando liderança ao medir o impacto da Copa e utilizando créditos de carbono para compensar as emissões", nas palavras da secretaria executiva da UNFCCC/ONU.  Em manaus a questão ecológia foi levada tão a sério que adotaram o slogan "A Copa mais  verde do mundo".

A maioria das arenas brasileiras estão obtendo o selo LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), concedido pela entidade norte-americana USGBC (United Stades Green Building Council para edifícios com sistemas eficientes de redução de desperdícios e que priorizam o conforto dos usuários.   Alguns obtiveram a classificação máxima LEED Platinum, outros obtiveram a classificação LEED Prata que é superior a classificação básica.

Uma imagem que não sai de nossas cabeças e que se transformou numa das grandes lições dessa copa, foi indiscutivelmente, a aula de cidadania dada pelos torcedores japoneses, quando recolhiam o lixo descartado nas arquibancadas do estádio.  Uma lição principalmente para o povo brasileiro e acima de tudo, para o povo que vem frequentando os estádios que têm um bom nível de escolaridade, de renda e de classe social.


O MUNDO FICOU DE QUEIXO CAÍDO TAMBÉM, COM A ATUAÇÃO DOS ORGÃOS DE SEGURANÇA


No campo institucional, o Brasil deu um tapa na cara da FIFA e um demonstração de que isso aqui não é uma zona, como foi propagado pela nossa midia canalha e usada pela FIFA para cobrar e criticar o Brasil e tentar fazer do país, o seu quintal.

O Brasil, através de suas instituições de segurança não só evitou disturbios, como evitou a entrada de torcendores violentos e gangs de torcidas organizadas temerárias, cerceou  e prendeu pedófilos e outros criminosos que usam o evento da copa em outra países para colocar suas expertises em prática.


Talvez nem a mídia nacional, nem a mídia internacional e nem a FIFA imaginava que o Brasil tivesse o excelente desempenho que teve,  no ambito da segurança que colocasse até a propria FIFA no banco dos réus, juntamente com outras instituições de cúpula do esporte como o COI (Comite Olímpico Internacional), a IAF (Federação Internacional de Atletismo), o Comitê Executiva da FIFA no Brasil e a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), ao  identificar uma quadrilha internacional  que comercializa clandestina e criminosamente, tickets de entrada nos estadios.

Pelo que foi apurado, a quadrilha comercializavam preferencialmente tickets vips, os mais caros diga-se de passagem.  Além das instituições nacionais e intrnacionais citadas acima, muitos brasileiros "ilustres" estão na lista dos suspeitos como Dunga e Assis, irmão de Ronaldinho Gaúcho.

A excelência da atuação da polícia brasileira revela-se ao sabermos que essa organização criminosa vem atuando já nas 4 copas anteriores e só foi desbaratada aqui no Brasil.  Mais um ponto importante para nosso país.


O ESPETÁCULO NO TAPETE VERDE DAS ARENAS


Logo nos primeiros jogos, mais surpresas positivas, grandes jogos, recordes de gols, gols belissimos como o de Van Persie de cabeça, de "peixinho" encobrindo o goleiro. A goleada da Holanda em cima da Espanha, campeã do mundo, por 5 a 1, era só uma confirmação do sucesso dessa copa, dentro e fora do campo.

Em campo vieram as belas surpresas de seleções como a Costa Rica que eliminou verdadeiros "bichos-papões" como Uruguai, Inglaterra e Itália;  e a Colômbia que jogaram um futebol de gente grande, com gols de "placa" marcados pelo talentoso James Rodriguez.


O TSUNAME ALEMÃO FOI A "CEREJA" DO BOLO "COPA DAS COPAS"


A derrota de hoje do Brasil por 7 a 1 para a Alemanha  foi a "cereja do bolo" de uma copa que está se tornando de verdade "A melhor copa de todos os tempos".  A seleção alemã tem sido digna de admiração por todo o mundo, desde o aspecto mais operacional e burocrático que foi meticolasamente executado a todas as demais dimensões envolvidas no seu projeto de conquista da copa, como a logistica, a preparação técnica, a preparação psicológica, o marketing, a aclimatação ambiental e social, e outros mais.

Tenha ou não um outro fator exógeno inserido no resultado totalmente atípico de uma derrota da seleção brasileira por 7x1, esse jogo foi um espetáculo à parte.  Tanta pela beleza das jogadas alemas, como a velocidade e a presião dos passes que por 7 vezes terminaram nas redes de Júlio Cesar.

Outro registro que me chamou a atenção foi a explícita perplexidade de todos os espectadores, não só os torcedores brasileiros, mas também os torcedores alemães.  Parecia que ninguém acreditava no que estava vendo.   A prostração, a impotência dos jogadores brasileiros era de dar pena, como se fosse adultos maltrando crianças.

Uma imagem veio a minha mente e é a que melhor representa essa partida e todo o seu contexto, pelo menos para mim: O terrível tsuname ocorrido em 2011 no Japão, mais precisamente, as imagens da cidade de Minamesanriko.

O Tsuname alemão invadiu a Arena Mineirão, com todas as pessoas nas arquibancadas olhando, perplexas, assustadas, impotentes, inertes, sem nada poder fazer, a não ser só manifestarem seus sentimentos chorando, gritando, se agarrando a alguém, tapando os olhos, enquanto o Tsuname alemão avançava implacavelmente em ondas sequenciais a primeira, a segunda e assim por diante. Foram sete ondas, cada uma mais aterrorizante que a outra, todas letais, sem exceção.

Os jogadores brasileiros pareciam apenas "pedaços de isopor", desgovernados, trombando uns contra outros, totalmente reféns da força descomunal das "ondas gigantescas" daquele que foi o único Tsuname visto no Brasil, o Tsuname Alemão.

Qualquer semelhanças entre os Tsunames no Japão e no Brasil, não é mera coincidência.









Nenhum comentário:

Postar um comentário