BOAS VINDAS

A idéia deste blog é a criação de um espaço para o questionamento de duas grandes forças das ideologias atuais: o Capitalismo e o Socialismo. Que, senão são coincidentes,não são também totalmente opostas. Terceira Via é nada menos do que uma Resultante dessas duas forças. Abrindo assim, um campo para o existência de uma opção, que não é uma coisa nem outra e ao mesmo tempo são as duas coisas. Eu acredito muito nessa vertente, como alternativa para convergir anseios de ambas as correntes. Num olhar metodológico, poderiamos enxergar essa possibilidade como uma demonstração empírica da dialética. Enquanto o Capitalismo está mais associado ao racional, à eficiência, à lógica; o Socialismo está mais associado ao nosso cognitivo, à sensibilidade, sentimentos, percepções, etc. Acredito ainda, que só a Democracia viabiliza essa vertente. A Ditadura, sem dúvida, enviesará para o socialismo ou para o capitalismo radical. ENTÃO SEJA BEM VINDO, COLOCANDO SUA CONTRIBUIÇÕES, SUAS IDÉIAS, SUAS DÚVIDAS, ETC. (Paulo Franco)

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Dilma Rousseff, perspicaz, desmonta o circo armado pela Globo

Por Paulo Franco




O cenário, o contexto e o humor dos jornalistas e do entrevistado guardavam uma perfeita sintonia, como se fosse uma gravação ocorrida em um  diretório do PSDB, para uso de divulgação da candidatura de Aécio Neves. 




 

RETROSPECTO


A Globo não mudou nada, desde que ela existe.  Ela nasceu pre-destinada à fraude, à tramoia, à negociata, a conchavos e a outras tantas condutas anti-éticas e até ilegais.

Em 1963 construiu uma imagem pública de Jango como um líder fraco,  subserviente às forças externas de esquerda e que não tinha aprovação e nem contava com o apoio da sociedade.    Para concretizar esse projeto,  contou com o conluio do Ibope que ao identificar o contrário, escondeu os relatórios das pesquisas por 50 anos, sendo só agora revelados.
____________________
Postagens Relacionadas
IBOPE + MÍDIA: A Equação e o Mapa da Fraude
Millôr não mentiu: A midia é realmente canalha !
____________________

Na década de 80, em conluio com a Proconsult, manipulou pesquisas de intenção de votos e planejou fraudar a apuração das eleições, através de rotinas de programação alteradas nos sistemas do TRE, clandestinamente.


Em 1989, com Lula praticamente eleito, conseguiu com algumas manobras fraudulentas, anti-éticas e anti-democráticas, derrubar Lula e enfiar Collor guela abaixo dos brasileiros.

Vem mantendo essa conduta nefasta até hoje escondendo os podres dos políticos conservadores, como no período tucano de FHC e atacando mortalmente os políticos progressistas como no lulopetismo atual.  O caso mais exemplar e emblemático foi a forma como tratou os dois mensalões, o petista e o tucano.

A CORAJOSA DECISÃO DE DILMA 


A presidenta Dilma Rousseff, ao participar da sabatina no Jornal Nacional, percebeu que não se tratava de entrevista com candidatos, tal a forma parcial e agressiva com que fora tratada naquela oportunidade.

Dilma percebeu, com perspicácia, que a Globo está usando esse expediente para influenciar a intenção de voto, ao tratar de forma diferente os 3 candidatos, prejudicando sua candidatura e beneficiante a candidatura tucana.

Vejam algumas perguntas que os jornalistas da Globo tinha preparado para ela: 
  • "Os últimos índices oficiais de crescimento indicam que o país entrou em recessão técnica. A senhora ainda insiste em culpar a crise internacional, mesmo diante do fato de que muitos países comparáveis ao nosso estão crescendo mais?"
  • "A senhora continuará a represar os preços da gasolina e do diesel artificialmente, para segurar a inflação, com prejuízo para a Petrobras?"
  • A forma como é feita a contabilidade dos gastos públicos no Brasil no seu governo tem sido criticada por economistas, dentro e fora do país, e apontada como o fator de quebra de confiança. Como a senhora responde a isso?"
  • A senhora prometeu investir R$ 34 bilhões em saneamento básico e abastecimento de água até o fim do mandato. No fim do ano passado tinha investido menos da metada, segundo o ministério das cidades. O que deu errado?"
  • "Em 2002, o então candidato Lula prometer erradicar o analfabetismo, mas não conseguiu. Em 2010, foi a vez da senhor, em campanha, fazer a mesma promessa. Mas foi durante o seu mandato que o índice aumentou pela primeira vez, depois de 15 anos. Por quê?
  • A senhora considera correto dar dentes postiços para uma cidadã pobre, um pouco antes de ser feita com ela uma gravação de seu programa eleitoral de televisão?"

O vídeo abaixo mostra o segmento do Jornal da Globo quando os jornalistas William Waack e Cristiane Pelajo criticam Dilma por ter declinado da entrevistam, programada para serem exibidas no Jornal da Globo. Ambos os jornalistas não conseguiram esconder a indignação, criticando-a por não permitir que eles cumprissem seu papel de esclarecer o eleitor sobre alguns pontos que julgam importantes.

http://globotv.globo.com/rede-globo/jornal-da-globo/t/edicoes/v/dilma-rousseff-nao-participa-de-entrevista-com-presidenciaveis-no-jg/3604552/


ENTREVISTA DE AÉCIO NÃO PASSOU DE UM PROGRAMA ELEITORAL TUCANO


A Entrevista de Aécio Neves no Jornal da Globo não passou de um programa eleitoral, bem elaborado, com o uso de dois jornalista para alavancar as promessas de Aécio e potencializar as críticas ao atual governo.

O cenário, o contexto e o humor dos jornalista e do entrevistado guardavam uma perfeita sintonia, como se a gravação tivesse ocorrido em um  diretório do PSDB, para uso de divulgação da candidatura de Aécio Neves. 

As perguntas foram simplesmente ridículas, longe de ser um "sabatina", eram perguntas sempre sobre o futuro que abriam espaço para um discurso político com críticas ao governo e promessas  futuras.  Por errada que fossem as afirmações, por mais absurdas que foram as promessas e planos, não houve em nenhum momento, o questionamento objetivo e incisivo dos jornalistas. 

A contrário das perguntas que foram preparadas para Dilma e que foram divulgadas pelos proprios jornalistas, não houve nenhum questionamento sobre a conduta passada do candidato seja como senador, seja como governador. Assunto e material havia de sobra.  

Poderia ser levantadas as questões sobre o Aeroporto nas terras da família em Claudio-MG, o Incêndio nos arquivos da Prefeitura de Claudio-MG, a apreensão do helicóptero com 500 kg de cocaína foi somente a 14km do aeroporto por ele construido.  Está correndo uma investigação no MPMG sobre desvios no seu programa Poupança Jovem. A questão da censura à imprensa mineira (em conluio com os proprietários dos veículos).

William Waack abriu a entrevista perguntando sobre a possibilidade do PSDB ficar fora da disputa do 2o. turno pela primeira vez.  Na verdade abriu um espaço para a critica do governo Dilma, sem nenhuma interpelação dos entrevistadores.

No tema economia, William Waack questiona Aécio Neves, sempre deixando entender que sua impressão negativa da economia, se ele fara uma "brutal" elevação de juros ou vai deixar as coisas caminhando, mesmo sabendo que a inflação vai corroendo o salário do trabalhador. Novamente o candidato Aécio discorreu críticas ao governo, distorceu dados e não foi em nenhum momento sequer interrompido, nem para desmentir o candidato já que o entrevistador é um jornalista e, certamente, sabedor da realidade, e nem para fazer algum questionamento.  Aécio teve liberdade para falar o que quiz sem ser incomodado e nem questionado,como deveria ser. 

Aécio criticou a atual taxa de investimento da economia que está em 18%.  Só que ele não disse que quando o seu partido esteve no governo essa taxa era menor, bem menor.  Novamente ambos os jornalistas entevistadores não deram um "pio"

Cristiane Pelajo pede para Aécio dizer objetivamente o que vai fazer, "quabrando o tabu" de candidato nenhum, em lugar nenhum gosta de dizer o que fazer para não perder votos, emendando com a pergunta: Está na hora de suor, sofrimento e aperto?  

Aécio aproveitou a "deixa" para dizer que isso já acontece e que a inflação corroe de 35% a 40% do salário do trabalhador e o Brasil já está em recessão.  Segundo Aécio, com a concordância dos entrevistadores o "Brasil só foi melhor que a Venezuela este ano e ano passado foi o pior".


Não quero aqui comentar o discurso de Aécio, pois ele é candidato e, infelizmente, mentir, distorcer é comum em candidatos, mas ressaltar a conivência, a cooptação, o alinhamento nítido, dos jornalistas não só ao discurso mas também à  própria candidatura do entrevistado.  Um exemplo é a frase dita por William Waack: "Há uma série de bombas relógios  colocadas no caminho de quem quer que seja o próximo presidente".

Cristiane Pelajo pergunta para Aécio qual a solução mágica para colocar o país nos trilhos, ele responde: "Presivibilidade. Porque os investimentos deixaram de vir para o Brasil? Porque nos temos um governo intervencionista, que não respeita contratos...".  Aécio pode dizer o que quiser, mas esse dois jornalistas não poderiam abaixar a cabeça para um absurdo desses.  Em julho, na ultima apuração, o Brasil teve um ingresso de US$ 5,9 bilhões. Nesses quatro anos de Dilma entraram no país US$ 65 bilhões anuais, no governo Lula foram US$ 27 bilhões anuais e no governo FHC foram somente US$ 17 bilhões.  Hoje o risco brasil é menor que 200 pontos e no governo FHC (tucano como Aécio) ficou acima dos 2.000 pontos.  Hoje o Brasil tem a chancela de "Investiment Grade" pelas três principais agencias de Rating (Moody's, Fitch e Standard & Poor's).

O Brasil nunca ultrapassou o "grade especulativo", segundo essas agências.  Foi no governo Lula, com sua uma política adequada de sustentabilidade internacional que elevaram nossa avaliação para o "Investiment Grade".   Os dois jornalistas sabem de tudo isso, mas como são integrantes da ala conservadora da sociedade, esquecem-se do profissionalismo, e usam a plataforma do veículo de comunicação para promover a candidatura de oposição e não para fazer jornalismo.

Entrevista de ÁecioNeves ao Jornal da Globo - Parte I






















Entrevista de ÁecioNeves ao Jornal da Globo - Parte II



http://globotv.globo.com/rede-globo/jornal-da-globo/t/edicoes/v/aecio-neves-e-entrevistado-no-jornal-da-globo-segunda-parte/3606937/

7 comentários:

  1. Queria entender o porquê dessa antipatia com a verdade e com a massa brasileira. Porque devemos ter classes de pobreza neste país. Essa rede globosta deveria ser boicotada pelo povo brasileiro.

    ResponderExcluir
  2. Eu peguei um nojo tão grade pela rede Globo, que não assisto mais nada dessa Rede ESGOTO, mesmo pq já temos outras TV abertas com qualidades e muito mais credibilidade. A Rede Globo é um atraso para os brasileiros.

    ResponderExcluir
  3. O meu querido e Grande Estadista e político Brizola dizia que a Globo é o Poder Paralelo e o Roberto Marinho era o Presidente que não usava a Faixa, mais quem realmente mandava. Por que isto não é investigado. Não acho isto justo.

    ResponderExcluir
  4. Caro Paulo Franco: Fiquei entusiasmado com sua proposição de "fundir"o capitalismo com o socialismo,surgindo um novo modelo. Sobre isso escrevi um livro,lá em l984,QUE RUMO TOMAR?SOCIALISMO?CAPITALISMO?AMBOS?. Se o amigo me der o endereço postal,remeto.Ou pode ser adquirido na "Prateleira Virtual". Poderíamos trocar idéias?: (sergiofarrapo@ibest.com.br)

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o blog! Infelizmente temo que o Brasil esteja caminhando para um retrocesso político similar ao de 64, novamente apoiado e instigado pela imprensa brasileira! Marina não possui um programa político confiável, se é que o possui. Se Dilma for reeleita terá um inferno midiático a sua frente. Só o bom senso do povo poderia nos salvar e não sei se ele existe! Ontem em Porto Alegre, no desfile de Sete de Setembro se visualizou bandeiras pedindo a intervenção militar no Brasil. Segue o link do jornal local: 1964? NÃO, Porto Alegre, 2014.

    http://www.radioguaiba.com.br/noticia/desfile-de-7-de-setembro-na-capital-teve-faixa-pedindo-intervencao-militar/

    ResponderExcluir
  6. Pare amigo, pare por favor! Mais um pouco eu vomito aqui mesmo, pena que vou sujar a tela do meu computador, mas queria acerta mesmo era cara de Aécio e seus asseclas do PIG.

    ResponderExcluir